top of page
  • Foto do escritorCarlita

Como começar uma Horta - #1

Esta é a minha horta atualmente. Mas e como foi chegar até aqui?



Como já partilhei neste post, ter uma horta sempre foi uma ambição minha. A casa onde moro tem espaço exterior, relvado, mas nunca nos tínhamos dedicado verdadeiramente à coisa.


Este ano, desde Janeiro, e com muito incentivo de amigos que são família (os nossos melhores amigos que também são altamente adeptos de hortas), decidimos então enveredar por este hobbie, que se tem demonstrado um verdadeiro fascínio.


Tenho partilhado fotos, vídeos, e o facto é que quem vê fica maravilhado. Muitos me perguntam como faço. Então, e apesar de ainda ser uma aprendiz, decidi mostrar-vos as diferentes etapas até chegarmos ao resultado que temos agora.


Começámos por ter duas tarefas essenciais:


  • Delimitar o espaço - que envolveu arrancar a relva e preparar a terra, retirar ervas daninhas, e esboçar onde ficaria o quê;

  • Sentarmo-nos e através de uma listagem, que vou disponibilizar-vos, perceber, tendo em conta a altura do ano, o que poderíamos plantar ou semear;


Lista de sementes, o que semear e A relva a começar a ser desbastada. O sítio

culturas para comprar. onde estão os paus de madeira eram os

limites.



Depois de termos os planos traçados, foi arranjar tempo e as culturas propriamente ditas. Estávamos altamente motivados e à descoberta. Nem eu nem o meu marido dominávamos o assunto.


Começámos por semear cenouras e depois cebolas, num quadrado delimitado para as sementes. Depois semeámos também feijão verde, colocando as sementes numa espécie de rego.


O espaço delimitado para as sementes de cebola e cenouras


Rego para as sementes de feijão-verde de trepar:



Em relação às alfaces, curgetes, tomate normal e tomate cherry, optámos por comprar já em cultura - prontas a plantar, pois não demora tanto tempo a estar pronto para consumir, e tem sido um verdadeiro alento para todos.


O marido a plantar alfaces




O nosso Tó Zé, espanta pássaros!



Depois foi ir vendo as culturas a crescer, e ganhar o ânimo e o entusiasmo, por colher para comer e cultivarmos o nosso próprio alimento.


Semeámos meloas e melancia baby, plantámos pepinos e curgetes. A horta está linda, e é um projeto de família tão querido!!!


Não há mal algum em pedir ajuda, em pedir orientações, nós também não sabíamos, e fomos perguntando, aos nossos amigos, aos meus sogros, até na loja onde compro as culturas, e aos poucos a coisa vai-se dando.

Sintam-se, completamente, à vontade para perguntar. Se eu não souber, por certo conhecerei alguém que sabe.


Termino com algo que vemos com bastante frequência, e que para nós é uma bússola orientadora. Espero que possa ser útil a alguém.



199 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page