top of page
  • Foto do escritorCarlita

Método KonMarie - Marie Kondo




Tenho o livro da Marie Kondo há vários anos, na altura li-o todo, mas por algum motivo não tive aquele chamamento de começar a pensar que tinha-montes-de-coisas-não-necessárias-em-casa. Se é que me faço entender.


Entretanto o livro ficou na estante, os anos passaram, nasceram os filhos, e as coisas foram quase que se reproduzindo (qual fenómeno da natureza...), e parece que quanto mais espaço nós temos mais conseguimos ocupar tudo.


Como as malas das senhoras, quanto maiores, mais coisas cabem lá dentro, todo um manancial de produtos que nunca usamos, mas podem fazer jeito em alguma ocasião... sabe-se lá quando...


Não sei o que efetivamente me fez o "click", conversas em família, a mudança da estação, sei que de repente olhei à minha volta e percebi que grande parte daquilo que tenho é totalmente dispensável. 20 malas? 4 carteiras? E ando sempre com as mesmas...


O que tinha de bijuteria...

Agora generalizem as malas há tudo o que uma casa pode ter... e sim, se a pessoa não for altamente consciente e disciplinada, as coisas simplesmente acumulam-se. Mais e mais e mais. É difícil arrumar, é ainda mais difícil limpar, porque se tem muito de tudo, que não nos é essencial.


E voltei ao livro, desta vez com outros olhos, e comecei a ver as séries na Netflix e, por instantes, sabia que a par com todas as transformações que têm acontecido comigo este ano, era a vez da casa, também se "limpar".


As coisas com que fiquei..

Um obrigada especial à minha mana do coração, e à minha titi que foi altamente inspiradora e que continua a dar-me dicas de como fazer a coisa.


A Marie Kondo defende que uma casa limpa, arrumada, organizada, é ponto essencial para se ser feliz. E eu não podia concordar mais.


Sacos para doar....

Existem várias dicas para quem quiser começar a sua limpeza material: sendo que a primeira é sempre destralhar, destralhar, destralhar. Dá trabalho, é difícil, mas só quando tomamos real consciência da quantidade absurda das coisas que temos é que caímos em nós.


Eu não estou a seguir as etapas rigorosas do método KonMarie, não comecei pela roupa, porque isso será uma missão daquelas... mas comecei com coisas simples e altamente motivadoras.


Reciclar e lixo....

O truque é fazer por categoria, ou seja, levei tudo o que era bijuteria (sim, temos de levar tudo, tudo!), e coloquei em cima da mesa da cozinha. Depois foi selecionar, o que uso e gosto, o que gosto mas não uso (vou doar) e aquilo que já está estragado (reciclar).


Basicamente é depois fazer este mesmo processo para tudo... também já fiz com os cremes, estou a tratar da papelada... e a seguir vêm os livros...


Tanta gente que não tem e podemos ajudar, todos ficamos a ganhar.


Não ficou bonito? :D Até sobra espaço!

No ato de não querer, atenção à divisão: o que é lixo, o que pode ser reciclável e o que podemos doar. Não basta colocar tudo em sacos do lixo e já está. Temos de colocar a mão na consciência.


Aos poucos começo a sentir a leveza deste processo, e acho que me vai ajudar a terminar o ano em beleza! A mim e à casa :D


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page