top of page
  • Foto do escritorCarlita

Guia para ser um bom Vegan - Por Tony Santos

O tema da alimentação saudável é o meu braço direito, a área do desenvolvimento pessoal o meu braço esquerdo.

E foi assim que eu conheci o Tony, precisamente através do meu braço esquerdo, quando ingressei numa comunidade que me inspira e onde procuro crescer interiormente.


O Tony, para além de mega simpático e acessível, é vegan, algo em que eu me revejo completamente, mas ainda tenho algumas dúvidas sobre todo o processo.


E assim nasceu um texto pelas mãos do Tony, que sabe do que fala!

___________________________________________________________________________________________



"Aproveitei a deixa do próximo documentário que tem a palavra “Vegan” (Bad Vegan) no seu título para começar este artigo. Quando comecei a usar o termo para me classificar, estávamos no início desta nova fase do veganismo.


Não havia informação, nem havia a gama de produtos que existem hoje. Lembro-me de ter de passar vários segundos a ler os ingredientes dos produtos à procura das letras em negrito (Dica importante) que dizia “LEITE”, “OVOS”, “ALBUMINA”, etc… Hoje, quase que encontro um selo “Vegan” ou “Vegetariano” em qualquer prateleira… mesmo junto a produtos de charcutaria.


É um mundo muito diferente, passaram pouco mais de 3 anos, mas a comunidade, produtos e soluções parecem crescer a cada dia. Encontramos receitas vegan em programas de televisão, celebridades que se assumem naturalmente Vegan e mesmo restaurantes 100% Vegan. Mas o que é ser vegan? E o que é ser um bom vegan?


Se há algo que tenho sentido é que este é um tema que causa muitas vezes desconforto, confusão, e polarizações muito fortes. Para mim, ser vegan é uma escolha de vida alinhada aos meus valores pessoais. Que assenta em 3 pontos essenciais: O respeito pela vida animal e o seu bem-estar, pelos benefícios para a minha saúde e pela salvaguarda do nosso planeta. Por acreditar que esta minha escolha de vida assenta nesses três pontos importantes, ser vegan é estar alinhado com os meus valores e poder melhorar o meu impacto neste mundo que também é importante para mim. Ser um bom vegan, não é deixar de comer carne e ser um ativista fervoroso da causa (eu sei que já o fui no passado), mas saber que o meu impacto nunca será de 0%, que eventualmente causarei dor em algum animal, direta ou indiretamente, que eventualmente terei doenças diretas ou indiretas, que causarei problemas ao ambiente direta ou indiretamente…


Mas, que a minha prioridade é a de reduzir conscientemente, todos os dias, o meu impacto e o sofrimento que causo com a minha presença neste planeta. Ser um “bom vegan” é saber que não se é perfeito, que ninguém é perfeito, mas que o melhor caminho é feito passo a passo, pouco a pouco, com calma, empatia e comunicação. Eu já era Vegan quando comia carne, já era Vegan quando comprava carteiras de pele… Mas precisei de tempo, conhecimento e novos hábitos, para sentir que faço o meu caminho com maior segurança e tranquilidade.

Espero que este texto te faça sentido e se for o caso te ajude a fazer a tua transição, um bom vegan é aquele que tem a mão estendida a todos os que querem, juntos, um mundo melhor" :)


___________________________________________________________________________________________


Quem é o Tony Santos?


O Tony tem 32 anos e é Vegan desde 2019. Sempre teve um enorme sentido de empatia com os animais e preocupações com o ambiente, e espera que o Veganismo se torne dominante ao longo das próximas décadas.


Obrigada pela colaboração!!




24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

APC Jovem

Comentarios


bottom of page