top of page
  • Foto do escritorJoana

Gratidão

Hoje, dia 21 de Setembro, assinala-se o dia Mundial da Gratidão. E que melhor sentimento para todos termos. Por vezes, esquecemo-nos de agradecer por tudo o que temos, e apenas nos lamentamos pelo que não temos ou não conseguimos atingir. Talvez seja altura de mudar, de ver o mundo à nossa volta de forma diferente, e agradecer pelas dádivas que a vida nos deu.


Acabada de cumprir 30 anos, sei que tenho muito que agradecer. Desde logo, o facto de ter chegado a esta idade, e acordar todos os dias. Nem todos tiveram essa oportunidade. Sou livre, faço o que quero da minha vida, e tenho a oportunidade de tomar as decisões que me parecem mais acertadas. Tenho a sorte de viver num país que me permite isso, e não me obriga a cumprir regras que são contra os meus princípios, apenas porque sou mulher. Por isso sou muito grata.


Tenho saúde, os meus têm saúde, temos um teto, comida e roupa para vestir. Temos o necessário para viver com dignidade. Basta olhar à nossa volta e perceber quão gratos temos de nos sentir, porque nem todos se podem congratular de ter a mesma sorte. Penso que temos sempre de tentar encontrar coisas boas em todos os momentos, mesmo que por vezes seja muito difícil. Não é conversa de ocasião, mas sim a forma que me parece mais saudável de encarar uma vida, em que temos a mania de só reparar nas dificuldades.


Muito se ouve falar em gratidão nos últimos tempos. Quase que parece uma moda, e por isso nem sempre prestamos atenção a este termo, nem nos debruçamos sobre o seu real significado. Para mim, ser grato é viver e dar valor ao que de bom tenho. Só assim posso ser realmente feliz. Quem não se sente grato, será para sempre "amargo" e infeliz com o que tem. Escolho a primeira opção. Só assim faz sentido viver!

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page