top of page
  • Foto do escritorJoana

Fundação AFID Diferença

Hoje falamos sobre Diferença! E o que é isto de ser diferente? Não somos todos, no fim das contas, diferentes uns dos outros? Trabalho há alguns meses com pessoas que têm doenças raras ou mentais, que todos os dias me mostram qual o verdadeiro significado de lhes chamarmos seres especiais. São sim especiais, não porque serem diferentes, mas por terem a capacidade de nos transmitirem os seus sentimentos diretamente do coração.


A AFID chamou-nos a atenção, precisamente por terem como tema central da sua intervenção e do seu trabalho, a diferença. Precisamente porque ser diferente é ser especial, e por haver tão poucos recursos por parte da sociedade para estas pessoas, é que é importante existirem este tipo de instituições. Aceitaram de imediato escreverem sobre o seu trabalho para nós, e por isso estamos muito gratas.


"A Fundação AFID Diferença é uma Instituição de Solidariedade Social, que nasceu de um movimento criado por um grupo de pais de pessoas com deficiência, que pretendia dar apoio aos seus filhos, a mais pessoas com deficiência e as suas famílias (Associação Nacional de Famílias para a Integração de Pessoa Deficiente - AFID).


Tinham como propósito o acolhimento, o cuidado, a integração e reabilitação tanto de pessoas com deficiência como de outros grupos que se encontrassem em situação de desvantagem social.


Atualmente somos uma Instituição que serve uma população alargada em diversas respostas sociais, iniciando o acompanhamento das suas necessidades desde a infância, juventude, idade adulta com deficiência e em risco, apoiando ainda a população idosa.


Trabalhamos todos os dias na promoção da autonomia e o apoio social, saúde e formação, de modo a combater a exclusão, protegendo todos aqueles que servimos, garantindo a excelência nos serviços prestados, para que possam ter uma vida ativa, numa sociedade inclusiva.


Falando um pouco mais acerca da AFID Reab (área dedicada à intervenção na deficiência e reabilitação), temos como respostas um Lar Residencial, um Centro de Medicina Física e Reabilitação (CMFR), Formação Profissional, um Serviço de Apoio Domiciliário (SAD), CRI – Centro de Recursos para a Inclusão e um Centro de Atividades Ocupacionais (CAO). O CAO, local onde trabalho há 10 anos, teve início no ano de 1999 e é dirigido a pessoas com deficiência e incapacidades com idade igual ou superior a 18 anos.


No CAO são diversas as atividades que vamos desenvolvendo com os jovens e adultos que atendemos e acompanhamos, ocupacionais, educativas, terapêuticas, de reabilitação, formação, artes e apoio à inclusão.


Sendo um pouco mais específica, temos um leque muito diversificado: atividades de desenvolvimento pessoal e social (como treinos de autonomia pessoal, de vestuário, de alimentação, transportes); atividades estritamente ocupacionais (como a expressão plástica, colagens e recortes, motricidade fina, estimulação sensorial); atividades socio-ocupacionais (como a limpeza de vidro, a lavagem auto, a horta pedagógica e o tratamento de animais); atividades socialmente úteis (atividades em que existe uma inclusão na comunidade através de parcerias com entidades públicas e privadas); atividades artístico-oficinais (atelier de cerâmica, de pintura, de papel e de tecelagem); atividades lúdicas( entre elas os jogos, o visionamento de filmes, leituras de histórias); atividades terapêuticas( terapia ocupacional, reabilitação psicomotora, Snoezelen, musicoterapia, dança, natação); atividades socioculturais (de carácter lúdico-recreativo, desportivo, cultural, social); e ainda atividades como a formação global e novas tecnologias.


Através de todas as atividades acima mencionadas que vão sendo dinamizadas com os nossos clientes ao longo dos anos, consolidamos todos os dias os objetivos do nosso CAO, são eles: Defesa da efetivação dos Direitos da Pessoa com Deficiência tanto a nível local, nacional como internacional; Proporcionar a todos os que atendemos a valorização pessoal e social; Fomentar a participação ativa dos clientes, no sentido da sua autonomia e inclusão social; Promover a manutenção das suas capacidades, facilitando a sua integração social e sempre que possível, promover o encaminhamento para programas de formação profissional e inserção profissional; Promover o empowerment nos clientes para a aquisição de competências pessoais, sociais e semiprofissionais; Fomentar a capacidade autorrepresentativa dos clientes, com vista a sua participação ativa no que diz respeito a vida em sociedade, promoção da inclusão e efetividade do exercício da sua cidadania; Desenvolver hábitos de trabalho (assiduidade e pontualidade, rigor e organização); Estimular a autonomia criativa dos clientes como instrumento terapêutico e de inclusão social, através da arte.


O Centro de Atividades Ocupacionais tem ainda como objetivos: Assegurar a estabilidade emocional e comportamental dos clientes; Proporcionar o bem-estar, lazer e qualidade de vida a cada um, de acordo com as suas necessidades específicas; Promover bem-estar biopsicossocial e a sua reabilitação funcional, através das atividades terapêuticas; Fomentar a criação de relações afetivas estáveis, de modo a que estes possam desenvolver uma vida afetiva estruturada e equilibrada, respeitando sempre o indivíduo, os seus interesses e necessidades.

Penso que o fundamental é que somos uma “Casa” que trabalha todos os dias para e com os clientes, respeitando cada um na sua individualidade e necessidades, trabalhando também com a sociedade, com vista a inclusão de todos numa comunidade cada vez mais consciente e capaz, de ser mais e melhor.


“Trabalhamos pela Diferença!”




Inês Marques

Técnica Superior de Educação Social

Fundação AFID Diferença


209 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page