top of page
  • Foto do escritorCarlita

Dia Mundial do Vegetarianismo: Bolonhesa de Cogumelos



Hoje, dia 1 de Outubro, celebra-se uma série de dias especiais para nós. Já começamos ontem com a música, iremos falar de mais alguns temas para a semana, mas tendo em conta que é sexta-feira vamos dedicar-nos à culinária.


Porque hoje se celebra o Dia Mundial do Vegetarianismo, não o sou (ainda) mas cada vez mais sinto o meu corpo a pedir menos carne e menos peixe. Por todas as razões possíveis e imaginárias.

Primeiro, por uma questão de saúde, a quantidade de proteína animal que ingerimos é absolutamente absurda para aquilo que verdadeiramente o nosso corpo precisa. Em adicional, a qualidade deixa muito a desejar, porque se tem de produzir grandes quantidades. Depois há estudos que demonstram que a poluição provocada, principalmente pelo consumo de carne, derivado à pastagem dos animais é insuportável a longo prazo.



Depois de tantas razões é fácil perceber porque é que cada vez mais existem vertentes alternativas e com mais adeptos.

Para assinalar esta data trago uma receita mega boa, super fácil de fazer e adivinhem? Sem carne, nem peixe!

Chamei-lhe Bolonhesa de Cogumelos, mas é tão versátil e tão simples de preparar e o melhor: acabam saciados e não enfartados. Parece que o corpo agradece esta lufada de alimento de mais fácil digestão.

Vamos lá então:


Bolonhesa de Cogumelos


Ingredientes:

  • 1 cebola média

  • 500 gr cogumelos naturais

  • 300 gr de rebentos de bambu (ou soja)

  • 150 gr ervilhas

  • 200 gr esparguete sem glúten

  • Azeite, sal e sumo de limão qb



Sim, foi tudo o que usei e ficou maravilhoso! Quem disse que eram necessários ingredientes xpto para fazer uma refeição diferente e vegetariana?


Preparação:


Tal como todas as receitas que decido partilhar, basta preparar todos os ingredientes da bolonhesa: a cebola, 1 fio de azeite, os rebentos de bambu e os cogumelos e levar a saltear numa frigideira antiaderente, até ganhar cor.

Eu não costumo usar tomate, quanto mais simples e naturais os ingredientes forem, mais se sente o seu verdadeiro sabor.



Colocar a cozer as ervilhas, não tem nada que saber com umas pedrinhas de sal e água a ferver. Enquanto estes elementos cozinham pomos a Bimby a trabalhar para nós e a fazer o esparguete sem glúten - usei a receita básica para Massa.



Lavei uns tomates cherry para decorar e em pouco mais de 20 minutos a refeição está pronta, mega deliciosa e a fazer jus ao dia que se celebra!


Quem vai experimentar?




Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page