top of page
  • Foto do escritorJoana

Bô Energia

Hoje falo-vos de um projeto de que nunca tinha ouvido falar, mas que encontrei numa pesquisa, e me chamou verdadeiramente a atenção. Porquê? Em primeiro lugar, porque acredito que, tal como eu, grande parte das pessoas também não conhecia este projeto. Em segundo lugar, porque cria uma visão totalmente nova do que é a sustentabilidade.


Falamos muito de como se consegue ser sustentável na Europa, na América, nos países ricos. Raramente pensamos como podemos levar o "ser sustentável" aos restantes países e territórios, em grande medida por também não serem os mais poluidores e castigadores do nosso planeta. Mas a verdade é que a luta pela sustentabilidade é de todos, e para todos. A Bô Energia foca-se, precisamente, nesta máxima, e demonstra-o no artigo que amavelmente nos enviou, para dar a conhecer este projeto inspirador!


"O Bô Energia é um projeto social que tem como objetivo combater o uso excessivo de carvão em São Tomé e Príncipe, substituindo-o por briquetes compostos por serradura. Através da produção e comercialização de briquetes, pretendemos sensibilizar e capacitar as comunidades para o aproveitamento energético, económico e ecológico dos resíduos de madeira, de forma a mitigar os problemas associados ao uso excessivo de carvão e lenha.


Tudo começou em 2013, quando membros da equipa identificaram que a serradura, subproduto do trabalho nas serralharias, representa 6,5% dos resíduos produzidos em São Tomé e Príncipe e acaba queimada.


Em 2016 o potencial da utilização dos excedentes das serralharias para a produção de briquetes foi testada. Foram realizados testes comparativos entre briquetes e carvão que determinaram que os primeiros acendem mais rápido e têm uma chama mais quente, permitindo que a mesma refeição seja confecionada com uma menor quantidade de briquetes do que carvão.


Em 2017 a prensa utilizada para fazer os briquetes foi melhorada e diversas parcerias foram estabelecidas com agentes locais de modo a garantir a continuidade do trabalho em terreno.


Devido aos resultados positivos e às parcerias estabelecidas, hoje estamos a dar o próximo passo: industrializar a produção de briquetes em São Tomé e Príncipe através da construção de uma fábrica com capacidade para produzir, em média, 4000 briquetes por dia. Esta industrialização permitirá um aumento da produtividade diária, diminuição dos custos de produção e aumento da abrangência do projeto. Queremos também contratar os vendedores e produtores de carvão para venderem o nosso produto e assim evitar criar um novo problema social: o seu desemprego.


Com os novos desafios colocados pela pandemia de Covid-19, os nossos voluntários tiveram de regressar a Portugal e o projeto tem sido gerido remotamente desde 2020. Felizmente, com o financiamento que nos foi atribuído – peça PPL, bet24 e Terre de FEMMES - temos agora condições para fazer crescer a nossa equipa e regressar à São Tomé e Príncipe. Estamos neste momento a contratar dois voluntários que, de abril a junho de 2022, vão estar no terreno para supervisionar a evolução do projeto, estabelecer novas parcerias e procurar financiamento. Todas as despesas relativas à viagem e estadia serão cobertas pelo projeto (~1.300€ por voluntário)."

Bô Energia


boenergia17@gmail.com

www.facebook.com/boenergia

www.instagram.com/boenergia


29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Dona Ajuda

Kommentarer


bottom of page